Fugini esclarece que por erro operacional usou ingrediente vencido na maionese

Anvisa determinou o recolhimento do produto e proibiu a comercialização, distribuição e uso  

A empresa Fugini Alimentos esclarece que ocorreu erro operacional ao adicionar ingrediente urucum (agente natural para dar cor ao produto) na maionese, que estava fora da validade.

O posicionamento ocorreu após a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) publicar a Resolução – RE 1.051/2023, específica para lotes de maioneses da marca Fugini e Ramy produzidos na fábrica de Monte Alto (SP), entre 20 de dezembro de 2022 e 21 de março de 2023.

Ainda conforme a empresa, o produto usado representa 0,003% da formulação. A situação foi descoberta durante processo de auditoria, que gerou uma ordem para alteração de alguns processos e procedimentos. “Mesmo não concordando com algumas alterações determinadas, respeitamos e, rapidamente, alteramos os pontos indicados. Reiteramos que toda nossa linha de produtos segue sendo comercializada normalmente nos pontos de varejo, com a qualidade de sempre”, diz parte da nota publicada nas redes sociais.

Decisão – A medida da Anvisa, publicada no dia 30 de março, proíbe a comercialização, distribuição, uso, e determina o recolhimento de todas as apresentações de maioneses da Fugini e da Ramy, com vencimento em janeiro, fevereiro ou março de 2024. A proibição vale também para todos os lotes que irão vencer em dezembro de 2023, iniciadas a partir da numeração 354.

Entram na lista embalagens sachê e sachê com bico, com gramaturas: 7g, 180g, 200g, 300g, 500g e 1,7 kg.

A agência orienta que estabelecimentos comerciais e consumidores que tiverem os lotes da maionese não devem utilizá-los. É preciso entrar em contato imediato com a empresa Fugini Alimentos Ltda., para realizar o recolhimento.

Anteriormente, no dia 29 de março, a Anvisa anunciou a suspensão da fabricação, comercialização, distribuição e o uso de todos os alimentos da marca, produzidos na fábrica de Monte Alto, para produtos em estoque na empresa.

No entanto, a Fugini informa que não há restrição de consumo de outros produtos da marca, a não ser da maionese.

By Camila Freitas

You May Also Like