Professor é preso suspeito de estuprar alunos e obrigá-los a fazer sexo entre si na frente dele

Delegado disse que adolescente denunciou o caso porque era abusado há 5 anos. Polícia divulgou que o homem foi encontrado escondido no banheiro de uma casa em Uruaçu, mas os crimes aconteceram em Nova Iguaçu de Goiás.

O professor Mateus José Mendes, de 50 anos, foi preso suspeito de estuprar pelo menos quatro alunos e obrigá-los também a fazer sexo entre si na frente dele. De acordo com o delegado Peterson Amin, um adolescente de 15 anos denunciou o caso porque era abusado desde os 10 e não aguentava mais a situação.

“Ele estava aliciando alunos homens a irem a sua residência e lá praticava crimes de abuso sexual. Ele também dava aula de futebol e quando eles iam buscar a bola para jogar a partida, ele pedia para ‘buscar a bola’ na casa dele e lá praticava diversos abusos”, explicou o delegado.

Segundo a polícia, os abusos aconteciam em Nova Iguaçu de Goiás, mas o homem foi preso na última quarta-feira (29), escondido no banheiro de uma casa em Uruaçu, ambas cidades no norte de Goiás. O suspeito é professor da rede municipal da cidade há pelo menos 15 anos, de acordo com o delegado.

nos entramos em contato com a Ouvidoria de Nova Iguaçu de Goiás, mas o e-mail foi dado como inexistente. A reportagem tentou contato com a Secretaria de Educação e Cultura da cidade, também por e-mail, mas não teve retorno até a última atualização deste caso.

O delegado explicou que o professor chamava um grupo de quatro alunos para cometer o crime. Uma destas vítimas contou que foi abusada por ele pela primeira vez aos 10 anos, mas hoje tem 18, segundo a polícia.

A investigação indicou que o professor obrigava os meninos a fazerem sexo com ele e também entre si, momento em que ele se masturbava. O delegado explicou que o docente pode responder pelos crimes de estupro de vulnerável e exploração sexual de adolescentes. A foto e a identidade do suspeito foram divulgadas pela Polícia Civil.

By Camila Freitas

You May Also Like