Gari da Prefeitura de Belford Roxo é morta a facadas; ex-companheiro é preso em flagrante

O crime aconteceu às 6h30, no bairro São Francisco de Assis, quando Luciene da Silva Queiroz havia acabado de chegar para trabalhar. Colegas da vítima afirmam que ela estava separada do suspeito e tinha três medidas protetivas contra ele. Com o acusado a polícia encontrou duas facas.

Uma servidora de 39 anos da Prefeitura de Belford Roxo, na Baixada Fluminense, morreu após ser esfaqueada pelo ex-marido na manhã desta sexta-feira (28).

O crime aconteceu às 6h30, no bairro São Francisco de Assis, quando Luciene da Silva Queiroz — que trabalhava como gari — havia acabado de chegar para trabalhar.

Colegas da vítima afirmam que Luciene estava separada do suspeito e tinha três medidas protetivas contra ele. Ambos tinham uma filha.

Luciene, que trabalhava há seis meses na Secretaria Municipal de Conservação, chegou a ser levada por colegas até o Hospital Municipal Jorge Júlio Costa dos Santos, também conhecido como Hospital do Joca. Mas, não resistiu aos ferimentos.

Pessoas que passavam na rua e viram o crime chegaram a agredir o suspeito, que tentava fugir.

Segundo a Polícia Militar, o homem foi preso por agentes do 39º BPM (Belford Roxo). Ainda de acordo com a PM, com o suspeito os militares encontraram duas facas.

Procurada, a Polícia Civil ainda não comentou o caso. A reportagem aguarda o posicionamento da Prefeitura Municipal de Belford Roxo.

By Camila Freitas

Você Pode Gostar