Festa da Luz: BH receberá nova edição do circuito iluminado de arte

A “Festa da Luz”, que transformou Belo Horizonte em um circuito de arte pública em 2021, volta para iluminar o Centro da capital mineira em mais uma edição. De 11 a 14 de maio, o festival vai apresentar instalações, shows e projeções de vídeo mapping criadas por artistas internacionais, nacionais e locais.

O evento promete misturar arte urbana, música, tecnologia e arquitetura para criar um ambiente lúdico e luminoso capaz de inspirar as pessoas a sonhar e imaginar novos futuros. A ideia é transformar o hipercentro de BH “num grande universo onírico, incorporando fantasia ao cotidiano”.

A programação completa da segunda edição da Festa da Luz em BH será divulgada em breve. O festival, idealizado pela Associação Cultural Casinha e pela Híbrido Comunicação e Cultura, é uma coprodução das duas com a Pública, produtora do CURA (Circuito Urbano de Arte).

Primeira edição

Em outubro de 2021, a primeira edição da Festa da Luz tomou conta do Centro de BH com 15 obras de vídeo mapping criadas por diferentes, enfeitando a fachada de edifícios tradicionais da região, como o Itatiaia, o Sulacap e prédios da Aarão Reis.

A programação ainda contou com oficinas de criação e projeção, e locais como o Viaduto Santa Tereza e a escadaria da Estação Central do Metrô também receberam instalações e projetos de iluminação cênica.

A instalação no Viaduto Santa Tereza, feita de tubos de led e foi criada pelo VJ 1mpar (MG), em parceria com a produtora Tassia Junqueira, figurou-se como a principal atração do evento.

A placa “BH é Nóis” também caiu no gosto das pessoas. Os amantes da cidade aproveitaram para tirar uma foto em frente à iluminação. A placa “a vida vai ressurgindo copulando só afetos” é outra que inspirou muitos pedestres na região.

By Camila Freitas

You May Also Like